Filie-se

Novos coletes para os Policiais Civis

admin Comente 07.04.21 292 Vizualizações Imprimir Enviar

 

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro comprou dois mil coletes à prova de balas, com a capacidade de resistir a tiros de fuzil. A quantidade adquirida é para apenas 25% do efetivo atual — cerca de nove mil servidores.

A princípio eles beneficiarão policiais lotados em delegacias especializadas, grupos operacionais de delegacias distritais e na Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

Os coletes deverão chegar em março e vão substituir alguns coletes vencidos há pelo menos cinco anos, conforme denunciado pela COLPOL/RJ desde o ano passado.

Relembre o caso

https://colpol.com.br/2019/04/diretor-da-colpol-rj-fala-ao-sbt-sobre-devolucao-dos-fuzis-ak-47-e-sobre-os-coletes-balisticos-que-se-encontram-vencidos/

O presidente da COLPOL/RJ, Fábio Neira, reforça que é preciso que a Polícia Civil troque todos os coletes balísticos

“Parte dos nossos coletes está vencida. Movemos uma ação para a regularização da validade dos coletes no ano passado, que tem que ser em sua totalidade e não em parte dela. Esse instrumento é considerado para a gente, depois da arma, o nosso principal equipamento de proteção individual (EPI) Hoje, no Rio, é indispensável o uso de colete em qualquer diligência. Não é só para operação. O colete é mais apropriado para operações, mas é necessário em todo momento” — destaca Fabio Neira.

© 2021 COLPOL.