Filie-se

NOTA DE REPÚDIO

admin Comente 02.04.21 1305 Vizualizações Imprimir Enviar

NOTA DE REPÚDIO

A Coligação dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (COLPOL-RJ) vem a público manifestar seu mais profundo REPÚDIO à ação judicial proposta pelo Ministério Público e Defensoria Pública Estaduais, visando unicamente prejudicar as forças de segurança que haviam sido legitimamente reconhecidas no calendário de vacinação publicado pelo Governo do Estado, como grupo essencial e prioritário.

Os agentes de Segurança Pública permaneceram na linha de frente de proteção à sociedade, durante toda a pandemia, sem gozar de qualquer privilégio ou serviço em “Home Office”, como ocorre com as próprias instituições referidas, estando expostos nas ruas, batalhões, presídios e delegacias, morrendo cotidianamente no combate direto à criminalidade e vitimados pelo vírus do COVID-19, em proporção muito superior a outros setores sociais.

Postergar a imunização desse grupo essencial é colocar a própria população em risco, pois esta segue sendo atendida e permanece em contato direto e ininterrupto com seus policiais.

Esperamos que o Poder Judiciário possa reconhecer a essencialidade e risco absurdo a que estão submetidos os profissionais de Segurança Pública, mantendo o calendário divulgado no Decreto Estadual, que segue o que foi orientado pelo próprio Ministério da Saúde em Nota Técnica e vem sendo seguido por diversos Governadores nos Estados, com bom senso, cautela e justiça!

Rio de Janeiro, 02 de abril de 2021.

Fábio Neira
Presidente
COLPOL-RJ

    Notícias

    Convite | Missa em memória aos Policiais Civis

    Comente admin 02.06.21
    Notícias

    Novas promoções!

    Comente admin 25.05.21
    Notícias

    Comunicado: novo jurídico

    Comente admin 18.05.21
    © 2021 COLPOL.