Filie-se

NOTA DE ESCLARECIMENTO

admin Comente 28.02.19 202 Vizualizações Imprimir Enviar

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O SINDPOL-RJ e a COLPOL-RJ se dirigem mais uma vez à categoria Policial Civil para orientar em alguns pontos:

1) Após diversas diligências das entidades e contatos diários com o SEPOL nas últimas semanas, finalmente o valor do SIM (Sistema Integrado de Metas) referente ao 1°semestre de 2018 foi creditado aos Policiais Civis agraciados na data de hoje (28/02/2019), assim como vários meses de RAS atrasados.

Já haviam sido quitados, nesta semana, os meses de Dezembro/2018 e Janeiro/2019.

Caso haja alguma pendência residual individual ou coletiva (caso relatado na 32DP e 41DP em relação ao SIM do 2° semestre de 2017), os filiados devem buscar orientações no Departamento Jurídico conjunto do SINDPOL/COLPOL (Rua do Senado, 65, 2° andar, tel: 2222-3887/2232-1628).

Registramos o empenho pessoal do Secretário Marcus Vinícius e do Diretor Rafael Willis na solução dessas pendências herdadas do governo anterior, atitude nobre que esperamos dos nossos gestores, sendo tal fato digno de elogio e aplausos.

2) Em resposta aos inúmeros policiais que solicitaram informações a respeito da prisão do Inspetor Flávio Pacca, colega querido e respeitado na ponta, informamos que os advogados das entidades estão na sede da CGPOL (antiga COINPOL), prestando toda a assessoria jurídica criminal e administrativo-disciplinar, tendo em vista a sua condição de filiado ao SINDPOL-RJ.

A operação que resultou nas prisões foi desencadeada pelo GAECO/MPRJ e a participação da PCERJ se restringiu em executar os cumprimentos dos mandados expedidos pela Justiça.

Após essa fase, onde nossos advogados estão observando “in loco” que os direitos constitucionais do policial estão sendo assegurados dentro da legalidade, o Departamento Jurídico irá dar continuidade ao atendimento e assumir a defesa nos autos do processo criminal e do procedimento administrativo disciplinar.

3) Após a recente nomeação e posse dos 191 Oficiais de Cartório excedentes do concurso de 2015 (em duas chamadas em janeiro/fevereiro de 2019), uma grande vitória após luta antiga do SINDPOL/COLPOL, estão sendo nomeados muitos policiais do grupo de mais de 40 candidatos que restaram, pois concluíram o curso após determinação da Justiça.

Estamos atentos e cobrando soluções para a carência absurda de efetivo que tem levado nossos policiais, sobretudo os plantonistas, a elevado nível de estresse e ao surto de doenças físicas e psicológicas que vem agravando a saúde da nossa sofrida, porém honrada categoria.

Rio de Janeiro, 28 de fevereiro de 2019.

Marcio Garcia
Presidente do SINDPOL-RJ

Fábio Neira
Presidente da COLPOL-RJ

admin

  • gvargues@gmail.com

© 2019 COLPOL.