Filie-se

COLPOL-RJ e SINDPOL-RJ entregam à SPMSO testes psicológicos para revalidar o porte de arma a policiais aposentados

admin Comente 27.11.18 106 Vizualizações Imprimir Enviar

Na tarde desta segunda-feira, 26/11, os presidentes do SINDPOl-RJ e da COLPOL-RJ, respectivamente, Marcio Garcia e Fábio Neira, participaram de um evento na Superintendência de Perícias Médicas e Saúde Ocupacional (SPMSO). Eles foram entregar os testes psicológicos que as duas entidades doaram à Superintendência. O objetivo do referido teste psicológico é operacionalizar as avaliações de porte e manuseio de armas de fogo dos policiais civis aposentados.
Junto ao Dr. Carlos Eduardo Merenlender, superintendente da Perícia Médica do Estado, Marcio e Fábio compuseram a mesa, que contou também com a presença de Daniele Amar, coordenadora de Psicologia do Núcleo de Saúde Mental da PCERJ; Isabela Melo, diretora-médica da SPMSO; Erica Oliveira, assessora da SPMSO; o cirurgião buco-maxilo Bruno Chagas, que é da bancada do PSC; e o médico Bruno Albuquerque, que trabalha no INCA.
Merelender agradeceu ao SINDPOL e a COLPOL a parceria que permitiu mais uma vez a entrega dos kits: “Quero agradecer a todos aqui desta mesa e a todos os funcionários da superintendência. Cada um aqui é parte importante para o nosso bom funcionamento. Isso é uma engrenagem e cada uma fazendo bem a sua part4, tudo funciona melhor. Quero agradecer também à SINDPOL e a COLPOL que em mais um ano de parceria nos doa esses testes psicológicos. Eles são muito importantes para que a gente tenha possibilidade de dar ao policial civil aposentado o direito de continuar a ter o seu porte de arma garantido”, afirmou Merelender.
Marcio Garcia lembrou que a parceria vem desde 2016: “Não é a primeira vez que fazemos essa doação. Nossa parceria vem desde 2016. É um prazer podermos ajudar mais uma vez fazendo a doação dos testes psicológicos. Que em breve o Governo do Estado possa vir a arcar com essa demanda, que é de sua responsabilidade do Estado. Um policial passa a vida toda combatendo os criminosos e depois, quando se aposenta, ele tem sim o direito de continuar a ter seu porte de arma. A aplicação desse teste ajuda a garantir esse direito a eles. Por isso, o SINDPOL e a COLPOL fazem essa doação com muita alegria.”

admin

  • gvargues@gmail.com

© 2018 COLPOL.