Filie-se

Presidente da COLPOL-RJ participa da 2ª audiência pública na Alerj que tratou sobre a greve dos Policiais Civis

admin Comente 22.03.17 674 Vizualizações Imprimir Enviar

(Crédito da foto: Thiago Lontra)

Na manhã desta terça-feira, 21/03, representantes das entidades de classe da Polícia Civil participaram da 2ª audiência pública que aconteceu na Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) para discutir a greve dos policiais e tentar buscar uma solução que atenda às reivindicações da categoria.

Desta vez, o Secretário de Segurança, Roberto Sá, participou da audiência. Ele admitiu que o governo não tem dinheiro para pagar o que é devido aos policiais civis: “Queremos honrar com esses compromissos, mas há uma calamidade pública decretada, formalizada por decreto. Mas eu verifico o esforço do governo em priorizar a segurança, tanto é que no pagamento dos salários nós temos sido a primeira categoria a receber, preterindo, infelizmente, outras categorias.   Quero deixar claro que o pleito é justo, nós nos alinhamos às reivindicações  de vocês, mas temos que cuidar da dignidade do policial e da proteção e da segurança da população. A gente tem que harmonizar essa necessidade, a possibilidade de o governo pagar e a nossa missão.”

Protocolada pelo deputado Zaqueu Teixeira, a audiência pública foi aprovada pela deputada Martha Rocha, que preside a comissão. A primeira audiência aconteceu na semana passada, dia 13, e devido à ausência do Secretário naquele dia, foi então sugerida um segundo encontro. Dessa vez, a ausência sentida foi a do secretário estadual de Fazenda, Gustavo Barbosa:  “Lamento a ausência do secretário de Fazenda. Ele não deve ter lido o ofício. Foi uma convocação. Não foi um convite. Isso pode ser encarado como crime de responsabilidade, afirmou Martha Rocha. O deputado Zaqueu Teixera complementou: “Deixo aqui registrada minha total decepção com a ausência dele. Têm coisas que só ele pode responder. Por isso, era fundamental que aqui estivesse”.

A boa notícia é que durante a audiência pública foi anunciada para a próxima segunda-feira, dia 27/03, às 11h, um encontro com o governador Luiz Fernando Pezão, no Palácio Guanabara, para receber os membros da Comissão de Segurança e os representantes da Polícia Civil. O objetivo desse encontro é para que juntos consigam mediar uma melhor solução para os problemas da categoria e para o fim da greve. “É necessário que o governo apresente uma pauta de negociação que permita que eles possam sair dessa greve”, frisou a presidente da Comissão, deputada Martha Rocha. Já Fábio Neira comentou: “Estamos esgotando todas as nossas possibilidades, todas as portas que temos pra abrir: já tentamos um canal direto com o chefe de polícia, viemos à Alerj e agora, finalmente, o governador vai nos receber. Ainda consigo ser otimista, quero acreditar que podemos sair de lá com alguma previsão de calendário de pagamento, com algo enfim mais concreto.”

Participaram também dessa segunda audiência pública: os deputados Paulo Ramos, Flávio Bolsonaro, Gustavo Tutuca e Iranildo Campos; Carlos Leba, chefe da Polícia Civil; Márcio Garcia, presidente do Sindpol-RJ; Marco Antônio, presidente da Appol; Denise Rivera, presidente da Aperj e Rafael Barcia, presidente do Sindelpol-RJ, entre outros.

admin

  • gvargues@gmail.com

© 2019 COLPOL.